Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Conclamação

Todos os textos aqui postados são de minha autoria, salvo aqueles em que estiverem as devidas referências bibliográficas e links.
Devemos ser originais em nossas colocações, mas não imaginários e sim embasados tão somente nas sagradas escrituras e respaldados pela lingüística, ciência, história e legislação humana.




Direitos do Blog

O blog Jesus Cristo Príncipe da Paz tem seus direitos respaldados nos incisos IV, VI e IX do artigo 5º da Constituição Federal, abaixo transcritos:



IV – “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”

VI – “É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos, salvo o dos que contrariem a ordem pública ou os bons costumes.”

IX – “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.



Respalda-se também Lei nº. 9610, de 19/02/1998, que rege o seguinte:

Art. 46: Não constitui ofensa aos direitos autorais:– a citação em livros, jornais, revistas ou qualquer outro meio de comunicação, de passagens de qualquer obra, para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor e obra.





O que a Bíblia não diz.




Li este mês um livro interessante chamado "A Bíblia não diz!" do Pastor Antonio Evangelista.
E resolvi publicar aqui algumas dos chavões mais falados e que realmente não estão na Bíblia.
Confira:


" O cair é do homem, o levantar é de Deus"


"Quem não vem pelo amor, vem pela dor"


"Deus escreve certo por linhas tortas"


"Deus tarda mas não falha"


"A esperança é a última que morre"


"Não cai uma folha da árvore se Deus naõ permitir"


"Faz por ti e eu te ajudarei"


"Dá um passo para mim que eu dou dois para ti"


"Deus ajuda que cedo madruga"


"Cada um por si e Deus por todos"


"O futuro a Deus pertence"


"Pouco com Deus é muito"


"O diabo usa sapatinho de algodão"




O que a Bíblia diz é, que seu povo perece por falta de conhecimento.




É bem verdade que muito do que está aqui escrito, tem lá seu fundamento.Mas a questão aqui é só deixar claro que não se encontram registradas nas páginas das Sagradas Escrituras.




Quem tiver interesse em saber mais a respeito, recomendo a leitura do livro.




Afinal "Quem não arrisca, não petisca"






5 comentários:

Margareth disse...

gostei das frases, afinal são provérbios usados por nós, mas vale lembrar não está na bíblia

Pr. Antonio Evangelista disse...

Há alguns dias atrás, encontrava-me no pavimento inferior da igreja onde congrego, e fui pacificamente abordado por um leitor do livro “A Bíblia Não Diz” – Pastor a paz do Senhor - Saudou-me o irmão, que deveria ter uns 50 anos de idade mais ou menos e quase sem respirar ele indagou: Como é a oração do pai nosso? Sem titubear recitei “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome. Venha a nós o...” o que? - Fui bruscamente interrompido – Ta vendo pastor até o senhor se equivocou – Como assim? Frisando a testa questionei - Pastor não tem “nós” no texto, vaticinou ele sorrindo e, já com a Bíblia em punho, mostrou-me Mateus 6.10 e concluiu: Coloca esta na próxima edição de seu livro. Não tive outra alternativa senão tirar para ele “o chapéu”. Posteriormente fiz uma pesquisa com a irmandade acerca da questão, acredite 99% dos entrevistados também citaram o texto acrescido do “lendário” venha a nós o teu reino.

Anônimo disse...

(Comentário de César) Aquilo que o Pr. Antônio Evangelista disse é algo passível de acontecer com todos, inclusive comigo há uns meses atrás. Viajo no carro com católicos, para trabalharmos na cidade vizinha, e sempre tem a oração de ir e vir. Deus me fez sentir de não orar mais ali com o grupo, mas eu nada via de errado, porque eu rezava a oração que popularmente ficou conhecida como pai nosso... e não orava a ave maria deles. Mas diante do que comecei a sentir no coração, fui analisar como era esta oração na Bíblia, e vi a ação sutil do demônio naqueles que não prestam atenção nas idolatrias da ICAR. Não é só este quesito que está em desacordo, mas tem o final, que os marianos não oram (Para eles é rezar), e que dá toda a grandeza de Deus: "...Pois Vosso é o poder, o reino e a glória para sempre, Amém!"
Fica então suprimido este final, e uma massa (Sem exagerar) enorme de evangélicos está orando de lembrança a oração conforme a ICAR ora, por que ficou gravado na mente dos que foram católicos antes de se converter ao Cristianismo. Mas aquilo não é bíblico, e bíblico é como está na Biblia, como em Mateus!
Paz a todos!!!

Mira disse...

o mais importante eles não pronunciam que é ''pois teu é o reino, o poder e a glória pra sempre amém'', infelizmente é reza diabólica mesmo, pois o diabo não quer ouvir as pessoas dando honra a Deus e declarando a Ele o poder e a glória, eu tbm não tinha percebido essa parte da oração, e há uma grande diferença, pois o texto diz ''venha o teu reino'' e a reza '' venha a nós o teu reino'', como se o reino de Deus tivesse q vir até nós

Vanderlei L. Borkoski disse...

Estas palavras de exaltação no final da oração é uma doxologia. De fato importante, pois exalta a grandeza do Eterno. Mas quanto a "Nós" o teu Reino ou Venha o Teu Reino, em ambos os casos significa, que o Reino venha a Terra, ou seja a Nós. Em suma não é nenhum sacrilégio, a presença ou não do pronome pessoal "Nós". O grave mesmo é cortar a Doxologia do final (Pois Teu é o poder e a glória para sempre)